Essa foi a pergunta que eu fiz quando entrei aos 17 anos como empacotador em um supermercado: “Como se tornar um líder no varejo?”.

Meu primeiro emprego, muitas dúvidas e questionamentos. O que fazer? Como fazer? Como crescer na empresa? O que preciso aprender?

Dúvidas que muitos jovens me questionam nas redes sociais e até mesmo em eventos presenciais. Querem ser, mas não sabem como, na prática. Já adianto que não vou dar nenhuma receita mágica, afinal não existe. O que quero passar nesse breve artigo são coisas que eu fiz e deram certo, e aquilo que deu errado.

Aprenda antes, para fazer depois.

Sempre busquei me moldar aos melhores líderes. Eu era repositor e ficava observando como os gestores, que tinham ótimos resultados com as equipes em venda e performance, faziam na prática.

Algumas vezes pedi para acompanhar o dia a dia deles em meus horários de folga. Aprendi muito do que eu sei sobre comunicação, construção de equipes e atingimento de metas com eles.

“Ah, mas está dizendo que eu tenho que trabalhar de graça?”

Não, apenas estou te contando como eu fiz e deu certo para mim. Mas uma coisa te garanto, o grande problema hoje é que as pessoas querem primeiro ter, para depois fazer. E isso, por mais contra intuitivo que pareça, não é a maneira certa para você crescer profissionalmente com consistência.

Por esse exato motivo temos um mundo cheio de teóricos que ensinam como construir coisas, sem nunca terem construído nada. Aí, na hora de dar apoio e direção na prática às equipes, fracassam feio.

Esteja disposto a aprender com humildade.

Prepare-se para estar aprendendo sempre e com todos.

Uma vez meu supervisor me disse: “Rotiery, fale com todos, escute todos e decida, mas antes ouça inclusive a faxineira.”

Existe um grande problema que vejo quando alguém sobe de cargo. A soberba e o ego tomam conta do “serumaninho”. É tipo o líder He Man, que acredita piamente na frase: “Eu tenho a força”. E até tem, mas não sozinho.

As pessoas tendem a mostrar seu verdadeiro comportamento quando tem o poder nas suas mãos. E o cargo de liderança às vezes acaba fazendo isso com o ser humano. Mas é muito importante lembrar que ninguém constrói nada sozinho. Equipes são formadas com muito relacionamento justo, ou seja, ser gentil e duro nos momentos certos.

Quando precisar chamar a atenção, chame com jeito. E quando o colaborador fizer algo bom e você sentir vontade de elogiar, faça verdadeiramente. O ponto central aqui é ser verdadeiro a todo momento.

E para continuar crescendo, crie uma cultura colaborativa entre a equipe, onde todos possam opinar e construir soluções para os desafios que irão enfrentar no dia a dia. Nada melhor que escutar quem está na ponta atendendo o cliente. Eles têm a resposta para muitos problemas que a gente enfrenta, mas é preciso ouvi-los.

Seja líder, não pai ou mãe de ninguém.

Um dos meus grandes erros, e que já falei algumas vezes nas redes sociais, foi querer na minha primeira experiência como líder, ser bonzinho com todo mundo.

Emprestava dinheiro, ajustava horários para liberar todo mundo e dar folga, e ao invés de exercer minha função de gestor da equipe, fazia o trabalho operacional dos colaboradores para manter tudo perfeito.

Foi um tempo que não aguentei, e quase fui demitido. Meu supervisor me deu um ultimato: “Rotiery você é um líder de equipe, não mais repositor. Aprenda isso ou você vai perder essa grande oportunidade.”

Aí foi que mudei drasticamente e comecei a ser o outro lado da moeda, um carrasco. Focava na meta e nas tarefas e punia todo mundo. Pronto, perdi a equipe e fui transferido de loja. Graças ao ensino prático que tive com esse supervisor aprendi que não precisa nem ser ruim, nem ser bom demais. Não era pai de ninguém, eu preciso dar direção e apoio a equipe, sendo justo com todos.

Com uma nova equipe para liderar, aprendi a lição e pude aperfeiçoar essa competência de saber lidar com pessoas na prática.

Só saber lidar com gente, não te fará um líder.

Galera, se você ainda acredita que liderar é motivar pessoas, desce para a realidade, não funciona assim. Saber se relacionar com pessoas é uma das habilidades que precisa desenvolver. Eu por exemplo estou constantemente me aprimorando nisso, afinal lidar com pessoas de 60 anos não é igual falar com um jovem de 17.

E isso você terá que aprender porque no dia a dia vai se deparar com vários estilos de pessoas. Ou aprende ou terá sérios problemas para gerenciar conflitos.

Como eu disse, você precisa saber mais do que motivar pessoas. Precisa entender de números, vendas e estratégia. Tudo isso são bases importantíssimas para um líder se destacar em qualquer área. Você precisa saber resolver conflitos e analisar cenários através de dados – números.

Conheço gestores que sabem motivar muito a equipe, mas desconhecem o que é um DRE, quanto é a venda por metro quadrado de uma loja, qual a venda por ticket médio de cada cliente. Os números dão a direção que precisa ser tomada a partir de um evento bom ou ruim.

Se sua venda está baixa e faltam 15 dias ainda para encerrar o mês, tem uma meta clara e acompanha os números diariamente com a equipe, a chance de você conseguir reverter o quadro será muito maior. Você conhece sua equipe e ainda domina os números da sua loja como ninguém. Isso é líder técnico que entende de gente e entrega resultado.

Afinal, para que existir líder em uma equipe se ele não entregar resultado à empresa.

Lembrando, uma empresa só existe com venda, sem ela tudo acaba.

Não vire um líder dinossauro.

Existem muitos líderes desempregados, e uma grande maioria porque ainda é um líder dinossauro, ou seja, um gestor que mandava fazer e não tinha o mínimo trato com os colaboradores.

Antigamente até funcionava, mas hoje em dia – e ainda bem – não tem espaço para gestores ignorantes no varejo ou em qualquer empresa. Números indicam que 70% dos pedidos de demissão são por causa do líder e não da marca. Acha mesmo que as empresas já não entenderam isso?

Líderes Dinossauros além de não conseguirem criar equipes, destroem e causam grandes prejuízos financeiros com demissões e indenizações. E mais do que isso, causam uma má impressão na imagem de qualquer negócio.

Cuidado com uma coisa, líder dinossauro não são as pessoas de maior idade. Existem jovens que aos poucos se tornam assim. Para evitar isso nunca pare de aprender e desenvolver novas habilidades. Por exemplo se você não manja de Excel, já está bem ultrapassado. E sabe o pior, não basta mais o Excel, agora é BI, um passo anos luz à frente das velhas planilhas de Excel.

Entenda o que o mercado busca e se adapte constantemente, ou será mais um dinossauro desempregado do futuro.

Então, como se tornar um líder?

Saiba se relacionar com pessoas, entenda de números e estratégias e constantemente busque se aprimorar. Nunca pense que já sabe tudo, você nunca saberá!

Todo conhecimento ou habilidade que ainda não tenha bem desenvolvida, busque especialistas nas áreas e se aprimore, não tem outro jeito. É bunda na cadeira, estudo e muita prática. Chega de achar que liderar é algo mágico e que apenas pessoas com dom podem assumir essa posição.

Líder é aquele que entende de gente, conhece técnicas e entrega resultado.

Um abraço.

Rotiery

Sobre o Autor:

Rotiery Martins e especialista em gestão de equipes, técnicas de liderança e criação de processos que facilitem e melhorem a performance das pessoas e empresas. Atua há mais de 13 anos na área de varejo, onde passou por quase todas as áreas de um supermercado.

Fundador da empresa RM Qualificação e Treinamento para o varejo, que atua no ramo de treinamentos presenciais e on-line para o ramo varejista.

Divulga Dicas e Sacadas gratuitas nas suas redes sociais semanalmente. 

Trabalha como mentor para empresários e gestores do varejo através da empresa SOS Varejo, com foco na área de liderança, criação e gestão de processos para lojas do varejo.

Idealizador e fundador do projeto AMO VAREJO que incentiva profissionais a ingressarem no ramo supermercadista e varejista, atualmente é a MAIOR plataforma de recrutamento exclusiva para varejistas do Brasil.

Promove palestras e Workshops compartilhando seu conhecimento com colaboradores e empresários do ramo varejista.

Conecte-se comigo aqui nas outras redes sociais, vai ser muito bem-vindo:👇

FACEBOOK

INSTAGRAM – ROTIERY MARTINS

INSTAGRAM CLUBE DO SUPER

TWITTER

YOUTUBE 

📱051 9300-0592 WHATSAPP

📱 TELEGRAM

📨 contato@rotierymatins.com.br

📩 Skype: @rotieryrp